16 de junho, 2019

Agente da Transformação Social e Difusor do Conhecimento Científico

Alpes e Montanhas

Passado e presente

Há cerca de 40 milhões de anos, os continentes boiavam sobre os mares e moviam-se, lentamente, de um lado para outro. Acidentes demográficos eram constantes, neste período e a colisão entre grandes porções de terra (África e Eurpa), deram origem a uma cordilheira de montanhas. E foi no meio do continente europeu que surgiram os Alpes, que se estendem pela França, Itália, Suíça, Alemanha, Áustria, Eslovênia, Croácia, Bósnia e Iugoslávia.

Na realidade, apenas dois países, a Suíça e a Áustria, podem de fato, ser considerados alpinos. Afinal, os alpes ocupam mais da metade do território de cada país. e as estações de esqui funcionam o ano inteiro.

O Mont Blanc é o maior de todos. Com 4.807 metros de altura, ele fica na fronteira entre a França, Suíça e Itália. Considerando este ponto turístico, na década de 60, foi construído um túnel que atravessa o monte e liga a cidade de Chamonix, no sul da França, à cidade de Courmayeur, no norte da Itália. E 2016 é o ano previsto para a inauguração do Túnel de Base de São Gotardo, na Suíça, que deverá compreender linhas ferroviárias de transporte de cargas e passageiros em mais de 50 km de extensão. Ao facilitar a passagem dos Alpes, o túnel deverá melhorar o comércio entre países como França, Suíça, Itália e Alemanha.

O charme das alturas

Na sua imensa maioria, as cidades dos Alpes são pequenas e os chalés são rústicos e feitos de madeira, com aquele constante cheiro característico de lenha queimando nas lareiras.

As mais importantes cidades alpinas são Montreaux, Lausanne e St. Moritz, na Suíca. Na Áustria, as principais cidades ficam nos vales, rodeados pelas enormes montanhas cobertas de gelo. Innsbruck, por exemplo, foi duas vezes sede nos Jogos Olímpicos de Inverno. Repleta de palácios, hotéis e pistas de esqui, Innsbruck é cortada pelo rio Inn, que forma diversos lagos nos alpes austríacos. Muitos rios da Europa nascem nas montanhas dos Alpes. São eles: o Reno, o Pó, o Inn, o Ródano e o Ádige, além de alguns afluentes do Danúbio, considerado um dos mais longos rios do continente.

Para quem gosta de inverno, entre rios e lagos, cenários com pontes e túneis, florestas, neve, vales, montanhas, chalés e lindos castelos, os Alpes são, sem a menor sombra de dúvida, a cordilheira mais charmosa e mais visitada por turisto do mundo inteiro.

CC BY 4.0 Alpes e Montanhas by Jornalismo Colaborativo is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Sobre o Autor

Jornalismo Colaborativo

Principal site de Jornalismo Colaborativo, destaque no Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação XXIII / Prêmio Expocom 2016 e referência em startups de jornalismo na 300ª edição da Revista Imprensa em 2014.

OUTRAS PUBLICAÇÕES

Este site possui segurança certificada SiteLock

SiteLock