18 de outubro, 2017


Chegada de outono e inverno aumenta a busca por vinho

 

Com a despedida da estação do calor, chegam as estações do frio e do aconchego. Nessas épocas aumentam os consumos de produtos como: chocolates, fondue e massas. Entretanto, um dos campeões de vendas de épocas de temperatura amena ou fria, são os vinhos.

Segundo o Chef Fabio Almeida, sócio fundador do A Propósito Food Service, restaurante no Maracanã, zona norte do Rio de Janeiro, existe toda uma cultura de apreciação e harmonização que faz com que essa bebida seja uma excelente pedida. “O vinho aquece o corpo e, sendo consumido com moderação, produz uma sensação de bem estar. Essa bebida combina com deliciosos queijos e massas e esse clima agradável dessa época do ano, proporciona toda uma experiência agradável, seja com amigos ou casais”.

Mercado brasileiro de vinhos está em expansão

No Brasil sempre se consumiu vinho.Mas, nada comparado ao Vaticano, que possui a maior consumação per capita. Enquanto aqui a consumação não passa de dois litros de vinho por habitante, no Vaticano, o número ultrapassa os 100 litros.

De acordo com o Chef Fabio Almeida, o consumo nacional tende a aumentar bastante. As marcas brasileiras estão começando a ser mais respeitadas internacionalmente e isso impulsiona as vendas e o consumo. “Existem alguns como o vinho Sarau, produzido em Santa Catarina, que estão conquistando o consumidor. O brasileiro está se aperfeiçoando na arte de fazer vinhos e os resultados estão aparecendo. As vendas vêm aumentando significativamente.”

Deu vontade de ir ao local mais próximo de você, e comprar um vinho de qualidade, não deu? Faça isso e conte para nós sua experiência e por qual vinho você optou.

CC BY 4.0 Chegada de outono e inverno aumenta a busca por vinho by Jornalismo Colaborativo is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Sobre o Autor

Jornalismo Colaborativo

Principal site de Jornalismo Colaborativo, destaque no Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação XXIII / Prêmio Expocom 2016 e referência em startups de jornalismo na 300ª edição da Revista Imprensa em 2014.

OUTRAS PUBLICAÇÕES