18 de abril, 2019

Agente da Transformação Social e Difusor do Conhecimento Científico

Churrasco brasileiro X Churrasco americano

Final de ano chegando e muita gente planeja viagens para o exterior. E um dos destinos preferidos dos brasileiros é os Estados Unidos. Muitos pensam em ficar apenas alguns dias, somente para diversão, mas alguns outros vão pra lá para ficar um  pouco mais, alguns meses fazendo intercâmbio ou work experience.

Uma das grandes diferenças que esse viajantes podem notar é o estilo do churrasco americano. O “barbecue”, como eles chamam, é bastante diferente do brasileiro e vamos mostrar para vocês essas diferenças.

As diferenças

Para começar, temos que entender que o boi brasileiro é geneticamente diferente do americano. Os brasileiros têm mais do boi originado da Índia (“Zebu”), enquanto os americanos são descendentes dos europeus (“Taurino”). E os cortes lá são diferentes também.

Eduardo Marinho, proprietário da Barra Ice, distribuidora de gelo no Rio de Janeiro comentou que “Os dois tipos de churrasco são bem diferentes, porém ambos os tipos têm como objetivo principal juntar os amigos para se divertir”.

Dito isso, vamos às diferenças. No barbecue eles colocam nas grelhas as carnes no formato arredondado, como se fossem os nossos hambúrgueres e usam também salsichas para fazer “hot-dogs”.

churrasco-americano

Os brasileiros fazem bem diferente, na churrasqueira colocamos as carnes vermelhas, as grumetes de frango e a linguiça. E como acompanhamento trazemos salada de maionese, arroz e farofa.

espetinhos-churrasco

E aí, que tal no próximo churrasco tentar mudar um pouco com os amigos e fazer um belo barbecue? O que você acha?

CC BY 4.0 Churrasco brasileiro X Churrasco americano by Jornalismo Colaborativo is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Sobre o Autor

Jornalismo Colaborativo

Principal site de Jornalismo Colaborativo, destaque no Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação XXIII / Prêmio Expocom 2016 e referência em startups de jornalismo na 300ª edição da Revista Imprensa em 2014.

OUTRAS PUBLICAÇÕES

Este site possui segurança certificada SiteLock

SiteLock