26 de junho, 2019

Agente da Transformação Social e Difusor do Conhecimento Científico

O que é a conjuntivite alérgica?

O que é a conjuntivite alérgica?

A alergia ocular engloba um grupo de doenças com diferentes mecanismos imunopatológicos, manifestações clínicas e respostas ao tratamento. A conjuntivite alérgica é o tipo mais comum de alergia ocular, podendo afetar adultos e crianças. É uma doença inflamatória crônica que pode ser causada por mecanismos mediados pela imunoglobulina E (IgE) e mecanismos não mediados por ela.

“Embora seja uma condição benigna, tem um efeito considerável na qualidade de vida dos pacientes, diminuindo a produtividade no trabalho, o desempenho escolar e um aumento importante nos custos com saúde. Um estudo realizado com 5.000 pacientes na Espanha evidenciou que 34,8% procuraram atendimento médico com alergista devido a sintomas oculares”, esclarece Dra. Priscilla Filippo, alergista no Rio de Janeiro.

Causas e sintomas da conjuntivite alérgica

A conjuntivite alérgica (CA) pode ser causada por exposição ao pólen, fungos, ácaros, epitélio de animais e alérgenos ocupacionais. É comum a associação entre conjuntivite e rinite alérgica.

A alergista diz que “Os sinais e sintomas geralmente acometem ambos os olhos e são caracterizados por: coceira nos olhos, lacrimejamento, sensação de queimação, fotofobia, vermelhidão e pode apresentar visão borrada”.

Classificações da doença

A CA pode ser classificada conforme sua duração em: intermitente; com duração no máximo quatro dias por semana ou quatro semanas consecutivas; e em persistente, cujos sintomas oculares estão presentes mais de quatro dias por semana ou mais de quatro semanas consecutivas.

Quanto à severidade, pode ser classificada como leve, quando os sintomas não incomodam, não afetam a visão, não atrapalham os estudos nem o trabalho, não interferem nas atividades habituais como ler, atividades esportivas e lazer; moderada, quando uma a três destas condições estão alteradas; e grave quando todas estas condições são afetadas.

Diagnóstico e tratamento da conjuntivite alérgica

O diagnóstico é baseado na história clínica, exame físico e exames complementares. Pode ser realizado o teste cutâneo (mais conhecido como teste alérgico) como uma ferramenta diagnóstica.

“O tratamento tem como objetivo evitar ou minimizar o contato dos alérgenos (pólen, ácaros, fungos) com a conjuntiva, como medidas não farmacológicas. O tratamento é individualizado, com uso de medicamentos e imunoterapia específica (vacina que pode ser sublingual ou subcutânea) quando necessária, a fim de regular a resposta imunológica, modificar a progressão da doença alérgica e controle dos sintomas”, finaliza a Dra. Priscilla.

Fonte: Consensus document on allergic conjuntivitis (DECA). JACI, 2015.

CC BY 4.0 O que é a conjuntivite alérgica? by Andrielle Bressane is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Sobre o Autor

Andrielle Bressane

Jornalista engajada na área digital com especialidade em marketing de conteúdo. Amo escrever sobre tudo...

OUTRAS PUBLICAÇÕES

Este site possui segurança certificada SiteLock

SiteLock