17 de outubro, 2017


Ojos de Brujo

brujo-album

Hoje trago para vocês um dos projetos mais interessantes que já conheci, os espanhóis Ojos de Brujo.  Desde 1996, em Barcelona, membros da banda se encontravam em jam sessions, culminando no lançamento do disco Vengue, em 1999.  Seguiram ativos até 2010, quando lançaram seu último disco, e o grupo acabou se dissolvendo definitivamente com a saída da vocalista Marina “la canillas” Abad para carreira solo.

Embora tivesse suas bases no flamenco, a banda o fundia com diversos outros estilos, como o jazz, música afro-cubana, rock, hip hop e rap, e trazia em suas letras a preocupação com temas sociais, como a pobreza e a fome.

Quanto a sua formação, eram mais um encontro de músicos que uma banda. Embora tivesse nove músicos fixos em sua configuração final, Ramón Giménez (violão flamenco), Paco Lomeña (violão flamenco), Marina “la canillas” Abad (vocalista), Xavi Turull (percussionista), Panko (DJ), Sergio Ramos (baterista), Javi Martin (baixista), Carlos Sarduy (trompete, teclado e congas) e Maxwell Wright (percussão e vocais), contavam com contribuições de vários outros músicos.

E toda essa riqueza musical não podia resultar em nada além de um som especialíssimo, empolgante e complexo. Atualmente, Ramón Giménez e Panko integram o grupo Lenacay, que tem uma proposta parecida com a do Ojos. Deixo para vocês vídeos dos dois projetos, vale a pena ver!

 

http://https://www.youtube.com/watch?v=CgybUak4GEc&list=UUbrs9dFFQoPjHPSYTh4j0WA

Um abraço e até a próxima!

CC BY 4.0 Ojos de Brujo by Renato Domingues is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Sobre o Autor

Renato Domingues

Músico, tradutor e especialista em hotelaria e atendimento ao público, Renato Domingues, escreve sobre jazz, blues e rock para as colunas dos sites de Jornalismo Colaborativo como o Temporada de Inverno, Turol, Vale Jornal, Vale Publicar, Vale Chef e Vale Shimbun.

OUTRAS PUBLICAÇÕES