19 de agosto, 2017


Rodando pelo sul da França

Não posso negar que a primeira coisa que me veio em mente quando minha esposa perguntou se eu queria ir para o sul da França foi: é caro lá!… e é… muito! 😀 mas muito bonito, valeu muito a pena ter encarado essa aventura!Saímos da Suíça de carro umas 11:30 de sexta e chegamos em Nice (França) às 18:30. Normalmente são umas 4:30 de viagem, mas com o feriado o transito era parecido com o de São Paulo 🙂

Calçadão da praia central de Nice
Calçadão da praia central de Nice

Como a viagem foi um belo imprevisto, sem nada planejado, fomos achar hotel só depois das 9 da noite! Mas demos sorte, porque quase todos estavam lotados. Gostei muito e recomendo o Hôtel Splendid, afinal, nadar na cobertura do hotel com uma vista incrível 360° da cidade não tem preço! A localização é perfeita e você poderá curtir o centro da cidade e a beira mar a pé.

Belo visual entre o centro e a região do porto
Belo visual entre o centro e a região do porto

Uma volta pela praia e pelo centro já bastou para saber porque Nice é a segunda cidade turística francesa, perdendo a briga só para a imbatível “Cidade da Luz” – Paris.

Nada de areia branca... as praias são cheias de pedras!
Nada de areia branca… as praias são cheias de pedras!

No fim do dia finalmente tomamos vergonha na cara e compramos um mapa para podermos aproveitar ao máximo no sábado! Até porque na sexta só sobrou tempo mesmo para jantar frutos do mar e tomar um bom vinhozinho francês. De manhã pegamos um trem e em 40 minutos chegávamos em Cannes, cidade conhecida pelo festival internacional de cinema.

O pálacio do festival de cinema: "Cannes cidade zen"
O pálacio do festival de cinema: “Cannes cidade zen”

Outra cidade movida pelo turismo, com hotéis e lojas de luxo. Na beira mar, a célebre e movimentada avenida da Croisette é um dos principais pontos turísticos, cheia de turistas do mundo todo.

A praia é tomada pelos hotéis ou restaurantes de luxo
A praia é tomada pelos hotéis ou restaurantes de luxo

Apesar do sol fortíssimo, como ainda era maio, a água do mar era congelada e pouca gente tinha coragem de entrar na água. O mar era dominado por uma infinidade de iates e navios de cruzeiros de luxo.

Vista do centro de Cannes e dos hotéis de luxo

Para quem – como eu – não gosta de pessoas esnobes e futilidade, o consolo fica pela mistura das mais variadas culturas e raças. Mas talvez não seja coincidência que tenha sido a primeira viagem em que não encontro brasileiros! A gente conhece os lugares bons – e baratos!

Vista noturna do belo centro de Nice
Vista noturna do belo centro de Nice

O próximo destino com certeza não foi um desses baratos, mas sim um outro lugar cheio de charme e misticismo! Depois de voltar para Nice e curtir mais uma noite, fomos para oPrincipado de Mônaco, no bairro de Monte Carlo.

Trecho do circuito de Monte Carlo de F-1 na beira do mar
Trecho do circuito de Monte Carlo de F-1 na beira do mar

Basta caminhar alguns metros já dá para imaginar Monte Carlo na época das corridas de F-1. Deve ser uma loucura. Hotéis lotados, casinos entupidos de gente rasgando dinheiro. Meio surreal.

Frente do Casino Monte-Carlo

Felizmente era bem tranquilo, seguro e sem os ricões com seus carrões e mulheres turbinados(as).

Parque do Casino com muitas esculturas e um belo jardim

Para passear foi bem legal, ainda mais sendo só um fim de semana. Sou contra extremas desigualdades sociais, o que infelizmente é gritante em lugares como esses.

Ahhh e um importantíssimo conselho para quem quiser rodar por Nice: cuidado com os cocôs de cachorro pelas ruas! Em um quarteirão eu contei 11! É um verdadeiro campo minado! 😀

O balanço da viagem foi muito positivo, ainda mais que poderia ter sido só mais um sentado no sofá vendo televisão. Sabendo gastar bem e procurando coisas mais baratas, pode ser uma viagem bem legal… como foi!

Fonte: #RPM

CC BY 4.0 Rodando pelo sul da França by Michel Zylberberg is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Sobre o Autor

Michel Zylberberg

Autor do Blog de Viagens RPM. Desde 2006 compartilho minhas andanças pelo mundo. Já rodei por mais de 20 países e gosto de incentivar as pessoas a conhecerem o que esse mundão maravilhoso tem a oferecer, buscando trazer um conteúdo relevante e interessante, sempre junto com a minha grande paixão: a fotografia.

OUTRAS PUBLICAÇÕES

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE