26 de setembro, 2017


As taças de vinho e suas especificidades

Esse é um texto para você que começou a apreciar um bom vinho há pouco tempo. Já notou que os vinhos são servidos em taças? Além de ser parte de uma maneira que denota um ritual, existe um motivo para isso.

Entender o porquê de existirem tantos formatos diferentes é o primeiro passo para a boa degustação do vinho. Perceba que escolher a taça ideal, segue o mesmo principio da escolha de uma roupa, a adequação a ocasião interfere na escolha da vestimenta, assim como o tipo de vinho irá interferir na escolha da taça. Ainda dúvida? Teste o mesmo vinho em taças diferentes e perceba que o sabor e o aroma mudam.

A sommelier Ana Paula Barreto do A Propósito Food Service, restaurante na Tijuca, zona norte do Rio de Janeiro, diz que é preciso respeitar os rituais com relação a essa bebida para desfrutar de todas as suas qualidades. “As taças valorizam as características do vinho. Com ela, o gosto, a textura e o aroma se tornam mais evidentes. Além disso, esses recipientes são muito elegantes. Eles impressionam clientes de restaurantes e convidados”.

Existem diversos tipos de taça, cada uma permite degustar o vinho de uma maneira diferente, tanto pelo seu material ou forma. As taças de cristal são as mais indicadas, pois como são porosas e contém chumbo em sua composição, ajudam a quebrar as moléculas da bebida, liberando mais seu aroma, o que influencia muito o paladar.

Além da composição, existe também o formato que valoriza melhor cada tipo de vinho, por isso existem diferentes tipos de taça. Confira abaixo!

Vinho tinto

vinho-tinto

A taça acima tem um formato que favorece o aroma do vinho tinto, se a taça for de cristal, o resultado é muito bom, pois o recipiente envolve o aroma, o que gera uma grande experiência ao beber.

Essa taça é excelente para vinhos, encorpados, com aromas fortes e com características amadeiradas e frutadas. Existem dois tipos de vinhos tintos altamente conhecidos: Bordeaux e Borgonha.

vinho-bordeux

São produzidas de modo a abriga os vinhos mais encorpados e rico em tanino, possuem bojo grande, entretanto sua borda é mais fechada, o que concentra o aroma.

vinho-borgonha

Para vinhos mais concentrados, as taças possuem um bojo em formato de balão, que oferece maior contato com o ar, esta taça desenvolvida especialmente para que o degustador sinta bem o aroma.

Vinho Branco

vinho-branco

A taça acima é muito elegante e a costumeira cor dourada do vinho branco, fica sensacional nesse recipiente.

A taça de cristal se encaixa em diversos eventos, tanto em ocasiões mais formais, quanto para momentos mais descontraídos de celebração.

vinho-rosado

Esse tipo de vinho possuiu os taninos dos tintos e o aroma dos brancos, com isso a taça é menor que do que a utilizada em vinhos brancos, mas o bojo maior. Com isso a acidez do vinho se acentua e equilibra sua doçura.

taca-iso

Contudo existe ainda a taça ISSO (International Standards Organization), criada na década de 70, também conhecida como a taça ‘coringa’, por servir para todos os tipos de vinhos. Muito utilizada em degustações técnicas, para que possa ser mantida uma referencia entre os fermentados.

Relativamente pequena e cristalina, seu bojo é maior e a borda fechada, destaca-se nos quesitos aromáticos.

Pronto, agora que você leu esse texto que tal experimentar um maravilhoso Castillo de Turís Reserva 2007 ou um Reserva Chardonnay 2010? Aproveite essa mágica bebida!

Texto cedido por Giancarlo Maturana.

CC BY 4.0 As taças de vinho e suas especificidades by Andrielle Bressane is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Sobre o Autor

Andrielle Bressane

Jornalista engajada na área digital com especialidade em marketing de conteúdo. Amo escrever sobre tudo...

OUTRAS PUBLICAÇÕES