19 de abril, 2019

Agente da Transformação Social e Difusor do Conhecimento Científico

Urologia: tabus, mitos e verdades

Urologista

A urologia é uma área cirúrgica da medicina responsável pelo trato urinário de homens e mulheres e do sistema reprodutor masculino (testículos, epidídimos, ducto deferente, vesículas seminais, próstata e pênis). Dentre as especialidades cirúrgicas, é uma das mais complexas e dinâmicas, exigindo do profissional, além dos seis anos de formação em medicina, mais dois anos de especialização em cirurgia geral e outros dois em urologia.

Especialidades da urologia

É comum as pessoas acharem que o urologista é uma especialidade médica restrita ao tratamento do homem. O especialista também trata de problemas que acometem crianças e mulheres como a Enurese Noturna, mais conhecida como xixi na cama, distúrbio urinário frequente em crianças em fase de crescimento. Infecção urinária comum nas mulheres, o tratamento da cistite também faz parte do ramo de atuação do urologista. Entre outras especialidades estão o tratamento de cálculo renal, câncer de pênis, câncer de testículo, disfunção erétil e infertilidade masculina.

Quando se trata do assunto câncer de próstata, ainda existem tabus a serem superados. O assunto é sério e precisa ser abordado de forma coesa e responsável, com o intuito de disseminar a informação entre homens, principalmente os que têm amais de 50 anos. A próstata, como qualquer órgão do corpo humano, necessita de cuidados preventivos.

Próstata é uma glândula responsável pela produção de esperma

A próstata está localizada abaixo da bexiga e na frente do reto, envolvendo a uretra (canal da urina). A glândula participa ativamente na produção de esperma, sendo responsável por cerca de 30% de uma secreção importantíssima para a alimentação, proteção e transporte do sêmem pela uretra. Num adulto, seu tamanho normal tem uma massa aproximada de 20g.

De acordo com Doutor Paulo Roberto, da Vivace, clínica de urologia no Rio de Janeiro, o exame de toque retal é necessário para sentir a superfície da próstata, para ter um diagnóstico mais apurado e confirmar se há incidências de nódulos ou região endurecida “Como a próstata fica logo a frente do reto, o toque é o método mais rápido e eficaz para diagnosticar algum problema relacionado a glândula. Através do toque é que o especialista terá uma estimativa do tamanho da próstata e seus contornos”.

Idade mínima para fazer o exame de próstata

O Exame preventivo do câncer de próstata é recomendado para homens a partir dos 50 anos de idade. Ainda de acordo com o Doutor Paulo Roberto, após essa faixa etária o homem deve fazer uma consulta anual ao urologista, onde serão realizados os exames preventivos de toque e PSA (antígeno prostático específico). Pessoas com casos na família de 1º e 2º grau que tiveram câncer de próstata e os negros devem começar a fazer o acompanhamento anual a partir dos 40 anos de idade.

CC BY 4.0 Urologia: tabus, mitos e verdades by Andrielle Bressane is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Sobre o Autor

Andrielle Bressane

Jornalista engajada na área digital com especialidade em marketing de conteúdo. Amo escrever sobre tudo...

OUTRAS PUBLICAÇÕES

Este site possui segurança certificada SiteLock

SiteLock