26 de junho, 2019

Agente da Transformação Social e Difusor do Conhecimento Científico

Saiba mais sobre a osteoporose no Brasil

Osteoporose no Brasil

A osteoporose é uma doença que atinge os ossos, enfraquecendo-os e diminuindo sua densidade, o que por consequência aumenta o risco de sofrer fraturas. Anualmente, no Brasil, mais de dois milhões de fraturas são registradas cuja causa é a presença de osteoporose. Esses números refletem a grande parcela da população que é atingida pela doença – aproximadamente vinte milhões de pessoas.

Os especialistas concordam que a melhor forma de diminuir as ocorrências dessa patologia é investindo na divulgação de medidas de prevenção. O Dr. Renato Bastos, ortopedista na Orto Center, clínica ortopédica em Jacarepaguá, é especialista no tratamento da osteoporose e explica a importância de difundir na população como ela atua e afeta os ossos. “Ter milhões de brasileiros sofrendo dessa doença é alarmante, é preciso que as pessoas saibam mais sobre ela para diminuir o número de afetados”.

Medidas de prevenção

Embora a osteoporose atinja principalmente pessoas com idade avançada e mulheres, mais especificamente aquelas no período da pós-menopausa, ela também pode se desenvolver na infância, por esse motivo, a prevenção deve começar desde cedo. Uma das medidas mais importantes a serem tomadas é a ingestão de alimentos ricos em cálcio e vitamina D. O cálcio é um nutriente que está presente em fontes como o leite, queijo e brócolis. Sua função nos ossos é ajudar para que tenham uma estrutura forte.

Esse fortalecimento é essencial na infância porque é uma etapa em que os ossos estão em constante crescimento e formação. Por outro lado, a vitamina D é responsável pela absorção do cálcio no organismo. Ela age como um estimulante no intestino para que o mineral possa ser mais bem aproveitado e utilizado como uma arma de prevenção contra a osteoporose. A vitamina D pode ser encontrada em alimentos como o atum e salmão, mas a principal fonte é o sol. A exposição diária por alguns minutos já contribui à quantidade recomendada que o organismo necessita absorver.

Essa última questão da quantidade recomendada é muito importante, porque isso vale tanto para a vitamina D como para o cálcio. “A porção indicada varia dependendo do perfil de cada um, a idade sendo o fator que mais influencia. Uma pessoa com mais de 50 anos, por exemplo, deve ingerir uma maior quantidade de cálcio que alguém de 30 anos devido à perda da densidade óssea”, conta o Dr. Renato.

A última medida preventiva não tem relação com a idade da pessoa – a atividade física deve ser realizada sempre. Ela ajuda a manter em bom estado as articulações e a fortalecer os músculos, os quais são fundamentais para o correto funcionamento dos ossos. Colocando em prática todos os métodos de precaução já mencionados, a chance de sofrer de osteoporose diminui consideravelmente. Mantenha bons hábitos alimentícios e pratique exercícios físicos para melhorar sua qualidade de vida.

CC BY 4.0 Saiba mais sobre a osteoporose no Brasil by Andrielle Bressane is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Sobre o Autor

Andrielle Bressane

Jornalista engajada na área digital com especialidade em marketing de conteúdo. Amo escrever sobre tudo...

OUTRAS PUBLICAÇÕES

Este site possui segurança certificada SiteLock

SiteLock