18 de abril, 2019

Agente da Transformação Social e Difusor do Conhecimento Científico

Radicais de Alá no Brasil

radicais-ala

.

O povo brasileiro é extremamente pacífico e tolerante. Mesmo no meio da bandidagem, entre as milícias urbanas que controlam o tráfico de drogas e a indústria dos assaltos à caixas eletrônicos, pouquíssimo se ouve falar de chacinas nos dias atuais. Mas não se enganem: uma grande mudança nesse cenário pode estar prestes a acontecer.

Recentemente na França, extremistas radicais do Estado Islâmico invadiram a redação do jornal satírico “CHARLIE HEBDO” e covardemente assassinaram 12 jornalistas. Mataram porque sentiram-se ofendidos pelas publicações do periódico. Esses atentados não são isolados ou raros; muito me admira que ainda não estejam acontecendo aqui no Brasil, onde o que não faltam são casos de deboche a tudo e a todos.

O deboche está em todos os cantos dessa pátria amada e idolatrada. Desde os pequenos alunos que só faltam bater nos mestres em sala de aula, até os grandes políticos que “pintam e bordam” com o nosso dinheiro, a festa se generalizou. E olha que esse tipo de deboche é tão grave ou pior do que aqueles pelos quais se tem matado mundo afora.

Nossos cartunistas brincam e debocham também. Charges satíricas de políticos e poderosos empresários estão diariamente nos veículos midiáticos. Zombam também dos religiosos – mas só dos cristãos, que já não são tão radicais quanto nos tempos das Cruzadas… Que não comecem a brincar com a fé islâmica porque, diferentemente do pacífico e tolerante povo brasileiro, os fanáticos que lutam em nome de Alá não vão tolerar as blasfêmias e virão vingar sua fé nesse nosso solo ecumênico e laico.

CC BY 4.0 Radicais de Alá no Brasil by Eduardo Queiroz is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Sobre o Autor

OUTRAS PUBLICAÇÕES

Este site possui segurança certificada SiteLock

SiteLock