Header ad
Header ad
Header ad
A saúde mental na sociedade dos sorrisos editados

A saúde mental na sociedade dos sorrisos editados

por Doralice Oliveira

Nos últimos anos a sociedade brasileira vem discutindo sobre a saúde mental na sociedade dos sorrisos editados. Nesse debate, ocorre nos discursos que os principais entraves são as quantidades de horas gastas nessa ocasião em consonância com o vício. Em suma, para que o certame não seja apenas um diálogo e se torne práticas, é preciso ações entre o Ministério da Educação (MEC), Ministério da Saúde (MS) e os alunos. De fato é essencial apresentar as principais consequências que progridem esse cenário.

Em uma primeira análise, por trás de uma bela foto, há a falta de controle da utilização do tempo nas redes sociais, como no Instagram, haja vista que passam períodos “maquiando” um estilo de vida desejado, de comparação, exposição e visualização. Isso leva o usuário para a frustração, sentimento de ineficiência, ansiedade e depressão. Por exemplo, o filme, “O preço do amanhã” descreve a péssima aplicação do tempo, o quão valioso é, e como a sociedade usufrui errado, desligando de coisas fundamentais, intelectuais e emocionais, tal qual a saúde. Logo, é sequelas de um público que não obteve informações de como acrescentar de forma benéfica, prejudicando a mentalidade da geração.

Ademais, vale salientar que a dependência desse canal de comunicação é superior ao cigarro e álcool, ou seja, aciona a mesma parte cerebral de sensação de prazer, na qual implica desde a convivência, a comunicação com um grupo ou comunidade. Para exemplificar o sociólogo, Charles Cloony, detalhava uma tela estranha nas mãos, na mesa do café da manhã, sem conversas, e em uma rede de fofocas, por analogia ele aparenta prever o smartphone como responsável pela falta de interação. Desse modo, é notório que essa ferramenta mudou o comportamento humano, principalmente em jovens com déficit de atenção.

Deve-se constatar, portanto, que medidas são necessárias para retroceder o declínio da saúde mental na sociedade dos sorrisos editados. Para isso, o MEC e o MS devem promover palestras, campanhas de engajamento e capacitar professores a debater e influenciar, desde a educação básica com os alunos, sobre esse comportamento criado e exigido pela sociedade, até os possíveis transtornos causados pelo mesmo. Tal intuito dessa medida é a criação de um juízo de valor, lucidez e senso crítico, diminuindo os índices dessa problemática. Assim, há maiores chances de alcançar uma sociedade legítima, pragmática e plural.


Doralice Oliveira, é aluna do curso online de redação da Escola Contexto Franca há 2 anos. No ano passado a aluna conseguiu 960 pontos na redação do Enem. Como ela almeja entrar no curso de medicina, continua aproveitando as Aulas de Redação Online para manter a pontuação ou ainda subir a nota.

Ela aceitou o desafio proposto pela Contexto e pelo JornalismoColaborativo.com de fazer uma redação sobre o tema “A saúde mental na sociedade dos sorrisos editados”.

Em um dos textos motivadores foi mencionado o filme “Coringa” , o qual foi vencedor de duas estatuetas no Oscar 2020.

Parabéns Doralice, por ter aceito esse desafio!

CC BY 4.0 A saúde mental na sociedade dos sorrisos editados by Elaine Martins is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Formada em Letras e Mestranda em Linguística pela Unifran, professora na Secretaria da Educação do Estado de São Paulo. É também professora de redação da Contexto - Cursos Preparatórios e Idiomas.

Outras Publicações

SiteLock