Header ad
Header ad
Header ad
A política sob a visão do Yoga

A política sob a visão do Yoga

A política sob a visão do Yoga

A Política sempre ocupou um lugar de destaque na tradição Védica. Escrituras, como o Srimad Bhagavatam, trazem ensinamentos fundamentais acerca da conduta de um governante. Pena que sejam tão pouco conhecidos, sobretudo pelos políticos brasileiros. E um dos ensinamentos mais importantes dessas escrituras, é a política como meio de integração, muito diferente do que vemos hoje.

Antes de aproximar, a política que se pratica hoje no Brasil serve muito mais como um aval para liberarmos nossos monstros do julgamento, do preconceito, criando barreiras, aprofundando abismos.

O que menos se faz hoje é política, já que a pressa em tomar partido e, a partir dessa posição, julgar, dividir e separar, esgarça os laços sociais sem o quais não se faz possível a evolução de um povo.

Há muito que no Brasil já não existe debate ideológico. Até porque careceremos de educação básica para isso.

Palavrinhas fora de uso: respeito, cordialidade e gentileza.

Há muito também se vê o completo descaso do político brasileiro com a coisa pública. Espécie rara aquele que entende seu papel de servir. Mas disso não podemos reclamar, pois não somos vítimas da má política, mas sim cúmplices do degradado ser humano que elegemos.

A laranja não apodreceu na feira; saiu podre da plantação. Políticos não são manifestações espontâneas da natureza. São crias nossas. A lição é amarga, mas necessária.

Política, portanto, sob o ponto de vista da tradição do Yoga, é a prática da liberdade, na qual todos, repito, todos são respeitados. É a prática do debate respeitoso, que prescinde de partidos ou agremiações, pois é feita por cada uma de nossas ações no dia a dia.

Nesse sentido, a política, na visão da espiritualidade, é sempre revolucionária, posto que não troca seis por meia dúzia, mas vai na fonte, transforma o ser. É anarquista, portanto, posto que a governança só tem sentido a um povo imaturo que não possui condições de se auto-governar. E essa capacidade pode ser alimentada por cada um de nós.

Cada um de nós pode tomar para si o papel de agente político, ou seja, amadurecer. Chega de brigar na escola.

A política sob a visão do Yoga

Zé Rangel YogaZé Rangel é instrutor de Ashtanga Yoga, Terapeuta, Escritor e idealizador do espaço Agni Shala.

Conheça seu trabalho em:
Instagram: @ze_rangelneto e @agnishalayoga
Rua Leopoldo Rossi, 59 – Jardim Esplanada,

CC BY 4.0 A política sob a visão do Yoga by Jornalismo Colaborativo is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Principal site de Jornalismo Colaborativo, destaque no Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação XXIII / Prêmio Expocom 2016 e referência em startups de jornalismo na 300ª edição da Revista Imprensa em 2014.

Outras Publicações