20 de Janeiro, 2018


Especial Religião – O Protestantismo

No início do Século XVI, Martinho Lutero, teólogo alemão, iniciou um movimento cristão reformista que deu origem à Reforma Protestante. Lutero rompeu com a Igreja Católica em 1517, criticando severamente a venda de indulgências pela Igreja e o relaxamento dos hábitos clericais. Ele defendia ser a fé o elemento fundamental para a salvação do indivíduo e fixou, na porta da igreja do Castelo de Wittenberg, as 95 teses consideradas heréticas.

Em 1519 Lutero afastou-se definitivamente do catolicismo ao negar o primado do Papa. Dois anos depois o Papa Leão X o excomungou. Lutero traduziu a Bíblia para o alemão numa versão algo diferente da Bíblia dos católicos e aboliu a confissão obrigatória, o culto dos santos, o jejum e o celibato clerical. Só aceitava os sacramentos do batismo e da eucaristia. Os protestantes negam o culto à Virgem Maria.

A Igreja Protestante, também conhecida como Evangélica, reivindica sua aproximação com o cristianismo primitivo.

O protestantismo divide-se em histórico, criado a partir da reforma e pentecostal, surgido no começo do Século XX.

Calcula-se que existam cerca de 500 milhões de protestantes em todo o mundo.

O Brasil reúne o maior número de adeptos da América do Sul, com cerca de 20 milhões de protestantes de diversas seitas.

Todas as igrejas protestantes celebram o Natal, Páscoa, Pentecostes e demais festividades cristãs, com exceção daquelas relacionadas com a Virgem Maria e com todos os outros santos católicos. Também há comemorações particulares a cada uma delas como o Dia da Ação de Graças, celebrado pelos luteranos e o Dia da Escola Dominical, celebrado pelos metodistas.

Continue lendo:

OUTRAS SEITAS E DOUTRINAS ORIENTAIS
OUTRAS SEITAS E DOUTRINAS OCIDENTAIS

CC BY 4.0 Especial Religião – O Protestantismo by Jornalismo Colaborativo is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Sobre o Autor

Jornalismo Colaborativo

Principal site de Jornalismo Colaborativo, destaque no Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação XXIII / Prêmio Expocom 2016 e referência em startups de jornalismo na 300ª edição da Revista Imprensa em 2014.

OUTRAS PUBLICAÇÕES